26167426_782235015298391_813917027568252648_n.jpg

Janeiro 8, 2018by Neide Rangel

Quem é que não ficou perplexo com esta fabulosa mudança ?!? 

Decidi então partilhar um pouco mais ao pormenor do meu trabalho com o Ricardo.

É muito importante as pessoas interiorizarem que não basta o querer perder peso ou procurar o melhor profissional da área … elas têm que FAZER, sair da sua zona de conforto, perceberem qual a sua motivação e tê-la sempre bem presente.

Um caso como o do Ricardo não é de todo um procedimento fácil, é uma mudança de 180º graus, pois tal como referi na entrevista à Men’s Health “não podemos nunca esperar resultados diferentes se continuarmos a fazer consecutivamente o mesmo”.

A primeira consulta é sem dúvida a mais extensa, para terem uma ideia, uma primeira consulta minha demora 80 minutos, pois é muito importante questionar uma série de aspectos para definir e estruturar o  plano mais adequado à pessoa que temos à nossa frente.

Recordo-me que o Ricardo ficou a olhar para mim e o seu sub-consciente devia estar a pensar “onde me fui meter” . Perguntas como: dorme bem ? como funciona o seu intestino? Mastiga ? tem caibras ? dormência? qual a altura do dia que está mais cansado? libido?  … mas ao longo da consulta fui explicando ponto a ponto o porquê das coisas e ai ganhei o cliente mais exemplar que tive até hoje.

Mas a verdade é que quando o Ricardo veio ter comigo, já tinha perdido uns bons quilos, mas estava numa fase de estagnação, cansado, com quebras de energia e com difícil recuperação muscular.

 

“Começamos por trabalhar o intestino, a desintoxicação hepática, as quebras de energia, a recuperação dos treinos, o controlo das cargas glicémicas e a fornecer outros aportes que estavam em falha”.

O meu maior cuidado, não só com o Ricardo, mas com todos os clientes é fornecer ideias, receitas e sugestões adaptadas aos gostos, rotinas e “carteira” de cada um.

“Os olhos comem” …  farto-me de usar esta expressão, pois temos que ter prazer na nossa alimentação, claro que existem ingredientes ou opções que devemos dar algum tempo para as nossas papilas gustativas se adaptarem, mas se for bom à vista é meio caminho para se tornar um hábito.

O Ricardo adora cozinhar, o que é uma ajuda fantástica, pois desde o momento que lhe fui dando ferramentas e ele sabia o que podia ou não comer ele próprio me sugeria receitas, mas numa fase inicial aceitou sem contestar as minhas ideias … todas as consultas acrescentamos palavras/ingredientes novos no seu dicionário … Borotutu, Spirulina, Curcuma, BCAAS, Endivias , Proteína de Cânhamo, Maca, Inhame … 🙂

As consultas eram feitas mensalmente e o plano reajustado todas as vezes, sempre em sinergia com o PT Nuno Silva, que me ia dando o feedback de como o nosso “menino” se estava a aguentar e como iria fazer o próximo ciclo de treinos.  Muito por este fantástico trabalho de equipa é que o Ricardo não teve uma lesão e nos últimos 3 meses, onde fez bi-diários, a sua recuperação dos treinos era óptima.

Obviamente que trabalhamos com alimentação e suplementação em sintonia.  A suplementação não passa apenas por produtos desportivos, estou a falar também de todos aqueles que, por carência da alimentação ou por necessidade individual, estão relacionados com a saúde, como probióticos, vitaminas, minerais, omega 3, melatonina … Mas atenção deixo sempre o alerta para caso se pretendam suplementar peçam ajuda a um profissional que esteja habilitado para vos prescrever,  existem “mil” marcas no mercado, há que conhecê-las, se não até podem por em risco a vossa saúde.

O meu trabalho baseia-se na individualidade, pois cada um de nós possui características únicas, com particularidades físicas, digestivas, emocionais e metabólicas exclusivas. Por isso uma alimentação personalizada é que vai ditar o verdadeiro sucesso.

Neste momento continuamos o nosso trabalho, com a manutenção destes fabuloso resultados … uma fase muito importante onde normalmente é negligenciada pelas pessoas.

Deixo então o meu muito Obrigada ao Ricardo por toda a dedicação e confiança. Um Obrigada aos nossos Profissionais do exercício que tiveram envolvidos neste resultado impressionante. E um Obrigada a uma pessoa que gostei muito de conhecer pelo seu profissionalismo e dedicação, Pedro Lucas.

 

Neide Rangel – Nutricionista

www.inn.com.pt

@innbyneiderangel

/inn.insidenutrition

 


ovo.jpg

Setembro 30, 2017by Neide Rangel

Sabia que 60% da infertilidade deve-se ao homem ? Sabe qual a composição do seu sémen? Sabe que pode potenciar a saúde e mobilidade dos seus espermatozóides?

ONDE TUDO COMEÇA :

A verdade é que a vida do espermatozoide não começa nos testículos, mas no cérebro, mais precisamente no hipotálamo, onde as hormonas responsáveis pela reprodução são feitas. A partir daqui começa uma Cascata bioquímica, onde existe a segregação da Hormona libertadora de Gonadotropina (GnRH), que vai enviar um sinal à Gla fomorna o a estimular l gonadotropina (GnRH)qu : ha colher de ch fiambre ou pouca manteiga caxi com hortelperar com pimenta dândula pituitária, de modo a estimular a hormona folículo-estimulante (FSH), responsável pela produção de sémen, e a hormona lutenizante (LH), responsável pela produção de testosterona. Segue-se a maturação do espermatozoide, nos testículos, na forma que já conhecemos (cabeça e cauda).

COMPOSIÇÃO DO SÉMEN:

Para perceber o porque é que a alimentação e nutrição é de extrema importância para a seu desempenho e saúde sexual, vamos lhe explicar de que é que é composto o seu sémen.

O Sémen possui basicamente dois componentes:

Espermatozoides: São produzidos nos testículos e numa ejaculação normal são libertados entre 200 a 600 milhões de espermatozoides. Estes correspondem a apenas cerca de 2 a 5% do volume seminal.

Plasma seminal: 95% do volume seminal corresponde ao plasma seminal, com uma composição diversificada. É produzido pela próstata, vesícula seminal e glândulas bulbouretais. É importante pois fornece um meio nutritivo e protetor para o deslocamento dos espermatozoides no seu trajeto.

Estima-se que o volume de ejaculação corresponda a uma colher de chá e ainda que a média de calorias, por essa mesma porção, será 20Kcal.

Isto porque, o sémen é rico em Frutose, Proteínas, Prostaglandinas , Zinco, Vitamina C, Ácido cítrico, Vitaminas do complexo B, Cálcio e Sódio. Daí termos que dar uma maior a importância à nossa alimentação, pois ela será responsável pela qualidade dos seus espermatozoides.

ALIMENTAÇÃO E ESTILOS DE VIDA:

Sabe-se que 60% da infertilidade deve-se ao homem, devido aos seus estilos de vida e hábitos alimentares não serem saudáveis. No entanto, através de alterações de estilos de vida, reeducação alimentar e suplementos nutricionais, você pode manter o seu sémen saudável e feliz, protegendo-o e nutrindo-o corretamente.

Zinco – é o mineral essencial para a produção de sémen saudável e para potenciar óptimos níveis de testosterona. A deficiência deste mineral está correlacionada com a diminuição da contagem de espermatozoides. Podemos obter zinco através de alguns alimentos, tais como: marisco (especialmente as ostras), vegetais de folha verde-escura (espinafre fresco), vísceras, arroz integral e carnes magras. Vários estudos comprovam a deficiência deste mineral em muitos homens, e quando suplementados com doses de zinco os resultados de uma melhoria obtidos são bastante significativos, tanto na contagem de espermatozoides como no aumento dos níveis de testosterona.

Suplementação de Zinco: estudos sugerem 30mg/dia a não mais que 60 mg/dia.

Selénio e Arginina – auxiliam a motilidade dos espermatozoides. O Selénio é um mineral essencial tal como o zinco, ele encontra-se presente em vários alimentos como: castanha-do-brasil, salmão, farelo de trigo, ostras cruas, sementes de girassol secas, fígado de bovino e camarão cru. Estudos atestam a suplementação em selénio em homens inférteis durante um período de tempo, obtendo melhorias significativas na motilidade espermática. A Arginina é um aminoácido responsável pela motilidade e manutenção do sémen, mas também é um percursor das moléculas putrescina, espermidina e espermina, que são principais responsáveis pelo cheiro e sabor do sémen. Alimentos com maior aporte de arginina, são as carnes brancas, ovos, peixe, amendoins, nozes, melancia (parte branca) e as leguminosas. Também estudos foram feitos e, tal como os anteriores, a suplementação em arginina demonstrou melhorias significativas na motilidade dos espermatozóides.

Suplementação em Selénio: estudos propõem 200mcg/dia.

Suplementação em  Arginina: estudos indicam um consumo de 2-4 g/dia.

 

Vitamina C: é um dos antioxidantes fundamentais para manter a fertilidade. Sabe-se que a concentração de Vitamina C no sémen reflete diretamente a ingestão de Vitamina C do individuo. Esta protege o DNA do sémen contra danos dos radicais livres. Um estudo com bastante impacto analisou um grupo de homens inférteis (mas sem outra patologia), a um grupo deu um placebo, a outra 200 mg/dia de vitamina C e outro grupo 1000 mg/dia de vitamina C. Os resultados foram extraordinários, ou seja, o grupo do placebo não teve qualquer alteração na contagem de espermatozoides, o grupo que recebeu as 200 mg/dia teve um aumento na contagem em 112% e, por fim, o grupo que recebeu 1000mg/dia teve um aumento na contagem de espermatozoides de 140%.

Fontes de Vitamina C na alimentação são várias: Kiwi, laranja, limão, groselhas pretas, salsa, couve-flor, morangos, batata-doce, couve-de-bruxelas, goiaba, manga e pimentão doce.

Suplementação de Vitamina C: estudos aconselham 250 a 500mg/dia.

 

Vitamina E e Ácidos Gordos Omega 3: ajudam a proteger o sémen através das suas capacidades em combater os radicais livres.

Reduzir a peroxidação lipídica através da alimentação rica nestas substâncias podemos garantir a ausência da ruptura das membranas celulares e da

formação de resíduos químicos. Alimentos ricos em Vitamina E temos: óleo de gérmen de trigo, óleo de cártamo, amêndoas, avelãs, vegetais de folha verde escura, legumes, abacate, aveia, batata-doce, beterraba.

Alimentos ricos em Ácido gordos Omega 3 são: salmão, cavala, arenque, sardinha, atum, bacalhau, sementes de linhaça, nozes, óleo de canola e azeite.

Suplementação em Vitamina E: estudos sugerem 400 a 800 Ul/dia (sob a forma mista tocoferóis e tocotrienóis).

 

L-Carnitina: A L-Carnitina é uma substância natural, produzida pelo corpo, mas pode também ser consumida através de cápsulas, líquidos ou alimentos, já que é encontrada na proteína animal. Esta auxilia tanto na produção de energia, bem como na motilidade dos espermatozoides. Estudos já foram feitos em torno da suplementação em L-Carnitina mostrando dados significativos sobre o seu consumo e o aumento significativo da mobilidade dos espermatozoides.

Suplementação em Carnitina (L-carnitina ou acetil-L-carnitina) estudes r

eferem suplementação entre 500 a 1000mg três vezes ao dia.

 

Coenzima Q10: é um potente antioxidante que tem vindo a mostrar benefícios na doença de Parkinson, é também importante para a produção de espermatozoides e da proteção contra radicais livres. Estudos têm demonstrado que a suplementação pode aumentar a contagem de espermatozoides e a sua mobilidade.

Suplementação em Coenzima Q10: estudos indicam 30 a 100 mg/dia.

 

Sugestões de Alterações de Estilos de Vida:

  • Elimine o tabaco, sabe-se que este é responsável pela redução de 24% da concentração do seu sémen;
  • Pratique exercício: “Mente sã. Corpo são”
  • Evite o álcool, este vai afectar diretamente as Vitaminas do complexo B;
  • Varie a sua alimentação, principalmente aumentando a aporte de legumes, frutas e proteínas de boa qualidade, de modo a proteger e potenciar a sua fertilidade.
  • Caso considere que a alimentação não está a ser suficiente, consulte o seu nutricionista ou médico especialista em fertilidade, que ele lhe indicará que suplemento será mais aconselhado no seu caso:
  • Maca Peruana em complemento com o Tribulus Terrestre (existem ambos em pó e em cápsula), podem atuar numa sinergia quase que perfeita, pois a primeira aumenta tem efeito positivo no libido e erecções , e o segundo proporciona um aumento da testosterona;

Como já percebeu os seus espermatozoides precisam mais de si que você deles!

Alimente-os corretamente !!!

Eles, Você e a sua Parceira irão agradecer.

 

(Este artigo foi escrito por mim, para a revista Men’s Health … nunca é tarde para relembrar um pouco de informação mais cientifica)

 


Unknown_Easy-Resize.com-2-cópia-1280x819.jpg

Julho 19, 2017by Neide Rangel

E como recordar é viver segue um artigo escrito para a Bimby há exactamente 1 ano atrás.

Deixo-vos com as 4 Dicas que partilhei com vocês na altura, pois tal como comecei a citar neste artigo:

Descansar nas férias não implica descurar um estilo de vida saudável. Sugerimos aqui algumas ideias de exercícios aeróbios e de alimentação que lhe podem proporcionar um verão mais ativo.

 

  4 DICAS PARA SE SENTIR MAIS LEVE:

Não se vingue na Fruta, intercale com legumes crus em palitos (cenouras, aipo, pepino, rabanete, pimento);

Hidratação: água, águas aromatizadas (caseiras) ou chás gelados ( sem adição de açucar);

Almoço: Aposte nas saladas sem exagerar nos molhos de acompanhamento, com uma boa fonte de proteína, exemplo, frango desfiado ou atum ao natural, mas evite acompanhar com pão;

Tenha sempre consigo ovo cozido e frutos (a dose recomendada pelo sua nutricionista);

 

Desejo-vos uma excelente semana!!